A inclusão social através do esporte adaptado


Por Boa Esperança - Publicado em 22/07/2021

Todos nós já nos deparamos com a história de alguém que teve sua vida verdadeiramente transformada pelo esporte. Não é raro se deparar com pessoas que sentiram na pele o poder do esporte como ferramenta de inclusão social, como é o caso de pessoas com deficiência que encontraram nas práticas esportivas a sua fonte de recuperação e fortalecimento.


O esporte adaptado se caracteriza por mudanças de regras e materiais que possibilitam aos praticantes com deficiência o seu pleno desempenho. Sua presença no Brasil se evidencia a partir de 1958, com o surgimento dos primeiros clubes de cadeira de rodas, no Rio de Janeiro e em São Paulo. A adesão do esporte adaptado foi tamanha que, mesmo precisando enfrentar barreiras criadas pelo preconceito, o Brasil participa de todos os Jogos Paralímpicos desde 1984.


A atuação do Brasil nas últimas Paralimpíadas tem chamado a atenção para a importância desse evento não só para engrandecer a imagem do país perante o mundo, mas também para impactar de forma significativa a vida de seus participantes e impulsionar uma atenção maior do Estado e da população para a necessidade de mais suporte. Isso mostra que o esporte adaptado pode abrir diversos caminhos e possibilidades aos praticantes portadores de deficiência. Atualmente, já é possível investir em uma carreira profissional e se dedicar exclusivamente aos esportes, em suas diversas modalidades.


Podemos destacar como benefícios do esporte adaptado para deficientes físicos:



  • Desenvolvimento de autoestima e autoconfiança;

  • Melhoria na qualidade de vida;

  • Prevenção de doenças como ansiedade e depressão;

  • Criação de laços de amizades.